(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES


Muito além da correção da acidez

Muito se fala em corrigir o solo para garantir absorção do NPK pela planta, porém, poucos lembram que elementos básicos como enxofre, cálcio e magnésio são a base da vida celular das plantas, e estes sim, de fato, “alimentam” a planta jovem e garantem o seu desenvolvimento.

Precisamos iniciar uma discussão séria sobre o quanto as culturas brasileiras estão nutridas com os macro-elementos, pois, vejo diariamente solos saturados de cálcio e magnésio, porém, não encontro uma justificativa para que as análises foliares destas culturas não apresentem estes excessos, aliás, muito pelo contrário, a grande maioria apresenta carência destes elementos.


O bom e velho calcário atua lentamente e corrige o solo, mas, também é fato que sozinho não consegue elevar os níveis de cálcio e magnésio até as folhas. 

Se ele vai de fato às camadas inferiores do solo é outra dúvida antiga, agora, as baixas solubilidade e reatividade dos corretivos convencionais também não é um fator limitante para transferência destes elementos para planta?
E nos solos que tiveram aplicação de calcário com subsolador, esta situação é outra? Isto se reflete na composição das folhas? A planta consegue de fato absorver os elementos do calcário se eles estiverem mais profundos?

O fato é que o aumento dos índices de produtividade das culturas brasileiras está diretamente ligado a uma maior absorção de cálcio e magnésio pela a planta, pois, estes elementos estão intimamente ligados a vida vegetativa, mas, pouco se fala disso. Não basta corrigir o solo nas camadas superficiais, temos que fertilizá-lo com cálcio e magnésio, corrigindo a acidez em profundidade, ou seja, “ferticorrigir” compreende amigo?

A FERTICORREÇÃO consiste na fertilização de Ca e Mg com ação complementar de correção da acidez em profundidade, ou seja, na disponibilização destes nutrientes para as raízes das plantas com a correção do pH na sub-superfície do solo associada à neutralização de elementos tóxicos, como o Al³+, Mn³+.

Pela aplicação de uma base mais forte que o calcário, estes elementos rapidamente se disponibilizam ao sistema radicular, criando condições ideais para sua absorção, permitindo inclusive, uma aplicação mais próxima ao plantio e em dosagens consideravelmente menores, contribuindo para o aproveitamento dos macro e micro-elementos desde a germinação da planta.

A fertilização de Ca, tem como principais efeitos:
- Aumento da atividade microbiana no solo;
- Melhora do desenvolvimento radicular;
- Aumento da resistência dos tecidos vegetais;
- Aumento da resistência a fatores adversos, como seca e doenças.


O macronutriente Mg:
- É essencial para formação de clorofila e na síntese protéica;
- Melhora a assimilação de fósforo pela planta;
- Atua como ativador enzimático do metabolismo energético;
- Aumenta a resistência a fatores adversos, como seca e doenças.

Efeitos da correção de acidez em profundidade:
- Com o amentos do pH, a CTC (Capacidade de Troca Catiônica) efetiva aumenta;
- Melhor aproveitamento dos fertilizantes NPK;
- Neutralização dos elementos tóxicos, como alumínio e manganês;
- Maior absorção dos macro e micronutrientes essenciais, como nitrogênio, enxofre, potássio, cálcio, magnésio, boro e molibdênio.
- Todos os fatores citados acima, refletem em aumento da produtividade, que é o resultado mais importante que se pode esperar na utilização de produtos inovadores.


-------------------
Sobre a Caltec Química Industrial: 
é uma minero química com mais de 65 anos de experiência na produção e desenvolvimento de produtos a base de dolomita (CaO e MgO). Atuando nas regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste do Brasil, tem como principais setores de atuação o setor sucroalcooleiro, o tratamento de efluentes, a siderurgia, a construção civil e o setor agrícola.

A empresa tem como missão: fornecer ao mercado soluções que agreguem valor, como visão: ser referência nos setores em que atua e como valores: a agilidade, a pontualidade, a credibilidade, a confiança e a transparência.