(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Biotecnologia: Novozymes divulga resultados financeiros e revê objetivos

Copenhague, 20 de janeiro de 2015 A dinamarquesa Novozymes, líder mundial em enzimas industriais, com participação em 48% no mercado, anunciou na bolsa de valores de Copenhague seus resultados financeiros de 2014 e perspectivas para este ano. As vendas da companhia cresceram organicamente 7% na comparação com 2013. Só no último trimestre do ano passado o crescimento orgânico registrado foi de 4% na comparação com o período anterior.

O EBIT, que corresponde ao lucro antes de juros e taxas, cresceu 17%, com margem de 27,2%, o que representa um aumento de 2,5 pontos percentuais com relação a 2013. A Novozymes também divulgou sua revisão estratégica de negócios comunicando ao mercado e acionistas sua estratégia e metas atualizadas de longo prazo. Até 2020 a corporação pretende alcançar taxas de crescimento em vendas orgânicas anuais de 8-10% em média, com margem EBIT maior ou igual a 26%, e retorno sobre capital investido igual ou superior a 25%.

A taxa de pagamento de dividendos deve crescer em torno de 40%. Ainda este ano a companhia deve por em prática seu programa de recompra de ações no valor de até 2 bilhões de coroas.
Já as expectativas da empresa para 2015 são positivas. A fabricante de enzimas espera aumento orgânico de vendas entre 7-9% e acredita num cambio favorável que elevará as vendas em moeda local (coroas dinamarquesas) em 13-15%. O EBIT projetado é de 12-14% com margem de 26-27%.

Nova estratégia e aposta em parcerias
Além das probabilidades de crescimento financeiro para os próximos cinco anos a Novozymes revelou sua nova estratégia corporativa chamada “Parceria para gerar impacto”, que contém um conjunto de metas sociais, ambientais e financeiras de longo prazo. A tática anunciada pela empresa contempla ainda uma declaração de propósito “Juntos vamos encontrar respostas biológicas para uma vida melhor em um mundo em crescimento. Vamos repensar o amanhã.”

“Eu acredito que nosso novo propósito contém a essência da Novozymes. É nosso chamado para a ação, e nos guiará nos anos que virão,” afirma Peder Holk Nielsen, CEO global da Novozymes. “Nosso propósito provém naturalmente da nossa herança, daquilo que conquistamos até hoje e das oportunidades à frente. A palavra de ordem é “juntos” porque não faremos nada sozinhos. Parcerias, alianças e redes de voluntários são o caminho para se fazer diferença em um mundo cheio de problemas complexos e grandes oportunidades.”

Metas ambiciosas
Para medir o progresso resultante da nova estratégia e propósito a Novozymes estabeleceu novas metas. "Como parte de nosso novo objetivo e estratégia, temos que definir uma série de metas de longo prazo para avaliar o que estamos fazendo", diz Peder Holk Nielsen. "Ao longo dos próximos cinco anos pretendemos alcançar, educar, catalisar, entregar, salvar e fazer uma diferença duradoura."

A ambição da Novozymes é fazer com que suas soluções enzimáticas estejam disponíveis para seis bilhões de pessoas até 2020, ao mesmo tempo em que empreenderá esforços para educar um milhão de pessoas sobre o potencial da biotecnologia. A companhia quer estabelecer parcerias com governos e organizações privadas e criar cinco projetos globais que conduzam a uma mudança sustentável. A Novozymes se compromete ainda a entregar até 2020 dez inovações capazes de transformar a vida das pessoas e a deixar de emitir 100 milhões de toneladas de gás carbônico a partir do uso de seus produtos.