(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

G3 Full inicia safra 2015 com mais de 60 equipamentos


Atualmente, 18 unidades produtoras de açúcar, etanol e energia utilizam a tecnologia dos redutores planetários G3 Full da TGM

Ao longo de 10 anos desenvolvendo e produzindo redutores planetários e paralelos, a Unidade de Transmissões TGM tem a maior participação do mercado em acionamento de moendas e de difusores com mais de 1.350 planetários.
Há dois anos, a TGM apresentou sua nova linha de redutores planetários - o G3 Full preparado para atender as exigências do mercado com o diferencial já consolidado no ciclo de manutenção da máquina para 10 safras.

Com mercado cada vez mais competitivo, a TGM sempre busca novas soluções em eficiência industrial dos clientes com o objetivo de proporcionar melhores resultados dentro das metas de produtividade e disponibilidade industrial; fatores estes indispensáveis nas indústrias do setor sucroenergético. Prova disso, os redutores da TGM cumprem o seu papel, demonstrado pela demanda crescente da linha G3 Full.

Desde 2013, 60 redutores planetários G3 Full comprovaram sua performance em campo e foram certificados por criteriosas avaliações onde o planetário TGM é incomparável aos demais tipos de acionamentos para difusores e moendas tanto na aplicação rolo a rolo quanto na aplicação central.

G3 Full no mercado externo - O G3 Full também está consolidado no mercado externo e avança em novas plantas do setor sucroenergético. Recentemente, a TGM vendeu redutores planetários para a América do Sul que estarão em operação nas próximas safras.

Para Alexandre Azzine, gerente da Unidade de Negócio Transmissões TGM, um dos pontos inquestionáveis da terceira geração é o ciclo de manutenção de 10 safras. “Além disso, é uma máquina robusta e de altíssima confiabilidade, que permite diversas aplicações. A durabilidade também é maior nos rolamentos, a lubrificação por estágios e o monitoramento eletrônico garantem total confiabilidade à máquina”, descreveu.


------------------
Sobre a TGM: Sediada em Sertãozinho-SP, com tecnologia 100% brasileira, a TGM possui outras três unidades sendo: Maceió-AL, São José dos Campos-SP e em Nürnberg, na Alemanha. Considerada a maior empresa da América Latina no segmento, a TGM responde pela maior parte das aplicações de turbinas a vapor, redutores planetários e turborredutores no mercado nacional e é a maior exportadora deste segmento. Está presente em mais de 40 países com mais de 550 clientes atendidos anualmente. São mais de 1.000 turbinas, 1.350 redutores planetários, 550 redutores de eixos paralelos, 500 turbinas repotenciadas e mais de 1.500 revisadas. Possui infraestrutura e tecnologia avançadas dentro de um parque fabril moderno e equiparadas às maiores fábricas do mundo. Cerca de 70% da energia elétrica produzida por biomassa na matriz energética brasileira são através de turbinas TGM, sendo responsável por 10,7 GW de potência instalada. Cerca de 30% da cana-de-açúcar esmagada no Brasil passa pelos redutores TGM. A empresa aplica soluções em acionamentos mecânicos e em plantas para geração de energia em termelétricas a Carvão, Biomassa, Resíduos Sólidos Urbanos, entre outras fontes. Além disso, o Atendimento 24hs da Assistência Técnica é realizado de forma ágil e eficiente.