(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
 SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Retrofit acrescenta energia elétrica imediata ao país
 

Confiabilidade operacional, melhoria na eficiência, venda do excedente de energia, geração de caixa, competitividade no preço do produto, redução do custo operacional e geração de emprego são alguns benefícios do Retrofit 

Ao pensar na elevação da eficiência, na segurança das plantas e dos equipamentos, a TGM desenvolveu a solução Retrofit em geração de energia elétrica através da biomassa. Nos últimos dois meses, o diretor Antonio Gallati esteve no Ministério de Minas e Energia, na Secretaria de Energia do Estado de São Paulo e no BNDES para apresentar o projeto que acrescenta energia imediata ao país. 

A multinacional brasileira foi muito bem recebida por estas entidades governamentais, que entenderam o contexto do processo de modernização e da maximização de energia elétrica e propuseram a buscar soluções para que este projeto se torne realidade nas diversas indústrias do Brasil. 

Desenvolvido pela TGM, o Retrofit poderá incrementar até 9,5 GWh de energia elétrica ao país. De acordo com Gallati, a empresa pode, de imediato, melhorar a eficiência das plantas, aumentar a oferta do excedente de energia, tornando-as mais competitivas e garantir a operação da usina com o compromisso de entregar ao mercado: etanol, açúcar e energia elétrica. 

Gallati ainda reforça que o Projeto Retrofit está pautado, inicialmente, no governo do Estado de São Paulo e tem uma grande tendência de ser utilizado em outros Estados do Brasil, pois é um Projeto rentável, promissor a qualquer indústria e beneficia toda a comunidade. 

Dois exemplos consolidados em Retrofit são na Usina Santa Lúcia e Usina São João de Araras, ambas localizadas em Araras, SP. As duas unidades já estão entregando o excedente de energia neste início de safra. 

Benefícios 
Dentre os inúmeros benefícios do Retrofit estão: confiabilidade e disponibilidade operacional, melhoria na eficiência, venda do excedente de energia elétrica, geração de caixa, competitividade no preço do produto, redução do custo operacional e geração de emprego. 

Para materializar todo o trabalho é preciso que haja uma flexibilização nas regras que permitem a conexão das plantas geradoras com as subestações e linhas de transmissões existentes. Além disso, alertou Gallati, é necessário que a remuneração por essa energia, definida em leilão, possua valor atrativo de maneira a viabilizar os investimentos. 

------------------- 

Sobre a TGM: Sediada em Sertãozinho-SP, a TGM possui outras três unidades sendo: Maceió, AL, São José dos Campos, SP e em Nürnberg, na Alemanha. Com infraestrutura e tecnologia avançadas, equiparadas às maiores fábricas do mundo, a TGM é considerada a maior empresa da América Latina no segmento de turbinas a vapor, redutores e serviços. Está presente em mais de 40 países com mais de 550 clientes atendidos anualmente. Em equipamentos novos são mais de 1.000 turbinas, 1.300 redutores planetários e 550 redutores de eixos paralelos fabricados. Em serviços como revisão, recuperação, modernização e outros mais de 2.800 turbinas, 2.000 redutores planetários e 1.000 redutores de eixos paralelos passaram pela TGM.