(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
 SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Basf: Propagação do Sphenophorus deve ser maior em 2015


Em função desse cenário, a Basf reforça recomendação aos produtores para utilização de tecnologias de qualidade e valor agregado no manejo e controle da praga; 

De acordo com informações do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), o Sphenophorus levis atingiu 150 municípios em 2014 entre os estados de Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás e, principalmente, São Paulo, responsável por 54,6% da participação da safra. Segundo levantamento da consultoria Datagro Alta Performance, a praga está presente em mais de 60% dos canaviais do noroeste paulista. “Ensaios conduzidos pelo CTC demonstraram em parcelas experimentais que a cada 1% de colmos infestados, as perdas variam de 0,55% a 2,08% na produção agrícola e 1,63% a 13,34% na margem de contribuição no sistema agroindustrial”, afirma Aline Zavaglia, pesquisadora da instituição. 

“Por isso a atenção em 2015 deve ser redobrada, o sphenopherous tende a se propagar ainda mais”, diz Antônio César Azenha, gerente Sênior de Marketing do negócio agrícola da Basf. Isso deve acontecer em função da diminuição de investimentos em tecnologias que o cultivo vem enfrentando, tendo em vista o panorama econômico do País associado às dificuldades que atingem o setor sucroenergético há pelo menos sete anos”, complementa Azenha. Para o executivo, no entanto, há uma luz no fim do túnel desde que tecnologias com boa relação custo benefício sejam adotadas e os produtores percebam o valor agregado. 

A partir deste mês, a Basf - além de reforçar as recomedações para o manejo adequado de pragas durante encontros técnicos com os produtores de cana-de-açúcar, realizará em julho um “Dia de Campo” específico para demonstrar os benefícios do inseticida Regent® Duo, único no mercado de dupla ação para auxiliar no controle do Sphenophorus. “O produto apresenta efeito de choque e residual (DUO), isto é, controla adultos imediatamente e ainda ofere residual sobre as larvas por mais tempo, eliminando os insetos antes de seu desenvolvimento”, diz Carulina Borges de Oliveira, gerente de marketing para cana, amendoim e citrus da Basf. 

Case de sucesso no controle do Sphenophorus 
“A propagação veloz do Shepnophorus se deu muito por conta da plantação contínua de cana-de-açúcar ao invés de mudas. Isso aconteceu devido a grande expansão do setor e a correria em se plantar cana, muitas vezes já contaminadas. Consequentemente, a multiplicação do bicudo de cana e a queda de produtividade foram inevitáveis”, comenta Paulo Roberto Artiolli, diretor agrícola da Tecnocana. 

Na Tecnocana, parceira do Grupo Zilor, localizada em Macatuba - próximo a Bauru, SP – e que cultiva cerca de 13 mil hectares de cana e produz anualmente 750 mil toneladas – foi detectado em  2013 grande queda de produtividade decorrente do aparecimento do Sphenophorus. Desde então, a empresa deu início a um trabalho mais minucioso para combater a praga por meio de controles mecânico (rotação de culturas) e químico (no plantio e cana soca). Para Artiolli, o uso de Regent® Duo contribui nessa batalha contra o bicudo de cana tem demonstrado muita eficiência: “Residual de 200 dias, segurança maior para dar continuidade na produção, melhor relação custo x benefício (margem muito boa devida à baixa infestação) e evolução (análises técnicas comprovaram redução de 18% de 2013 para 2% em 2014 de tocos atacados)”, executivo o produtor. 

-------------------
Sobre a Basf: Na Basf nós transformamos a química – e estamos fazendo isso há 150 anos. Nosso portifólio de produtos oferece desde químicos, plásticos, produtos de performance e para proteção de cultivos, até petróleo e gás. Como empresa química líder mundial, nós combinamos o sucesso econômico, responsabilidade social e proteção ambiental. Por meio da ciência e da inovação, nós possibilitamos aos nossos clientes de todas as indústrias atender às atuais e futuras necessidades da sociedade. Nossos produtos e soluções contribuem para a preservação dos recursos, assegurando nutrição saudável e melhoria da qualidade de vida. Nós resumimos essa contribuição em nossa proposição corporativa: We create chemistry for a sustainable future – Nós transformamos a química para um futuro sustentável. A Basf contabilizou vendas de €74 bilhões em 2013 e contava com mais de 112 mil colaboradores no final do ano. As ações da Basf são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (AN). Mais informações sobre a Basf estão disponíveis no endereço www.basf.com.br ou nos perfis corporativos da empresa no Facebook (Basf Brasil) e no Twitter (@Basf_brasil).

• As vendas na América do Sul totalizaram, aproximadamente, € 4.2 bilhões em 2013 (Esse resultado abrange os negócios realizados pelas empresas do Grupo na região, incluindo a Wintershall - empresa situada na Argentina, voltada a produção de petróleo e gás). 
• Na América do Sul, a Basf contava com mais de 6 mil colaboradores em 31 de dezembro de 2013.

Sobre a Divisão de Proteção de Cultivos da Basf: Com vendas de mais de €5.2 bilhões em 2013, a Divisão de Proteção de Cultivos da Basf oferece soluções inovadoras em proteção de cultivos, tratamento de sementes e controle biológico, bem como soluções no gerenciamento de água, nutrientes e saúde da planta. Seu portfólio inclui também produtos para gramado e plantas ornamentais, controle de pragas e saúde pública. A Divisão de Proteção de Cultivos da Basf é uma líder inovadora que auxilia os agricultores a otimizar sua produção rural, melhorar a eficiência de seus negócios e aumentar a qualidade de vida da população mundial em constante crescimento. Mais informações podem ser obtidas no site www.agro.basf.com ou por meio de nossos canais das mídias sociais.