(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
 SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Vermeer participa de Seminário e anuncia novidades 


A fabricante está ampliando a linha de soluções do campo à caldeira. 

A Vermeer Brasil marcou presença no V Seminário Ceise Br/Unica Sobre Bioeletricidade (Bio Energy Conference), no dia 26 de agosto, durante a Fenasucro, em Sertãozinho. Reconhecida no mercado por fornecer soluções para o recolhimento e processamento de palha da cana, a fabricante e diversos especialistas discutiram os desafios da produção de energia elétrica pela fonte biomassa e as perspectivas do setor elétrico brasileiro. 

Durante a palestra, a empresa também apresentou “Soluções para Aumentar a Oferta de Biomassa para Geração de Energia Elétrica”, destacando o triturador de fardos HG6000E Geração II e o enleirador VR 1428, além de expor outras soluções da marca como o lançamento da enfardadora 604N. O gerente em soluções para Biomassa, Felipe Moraes, ministrou a palestra e destacou o potencial da biomassa como fonte alternativa para geração de energia. “Com as novas tecnologias para recolhimento e processamento de palha da cana, esta matéria, que antes queimada ou descartada, ganha mais importância. Mesmo com a volatilidade dos preços da energia elétrica, nota-se que o poder público está trabalhando para viabilizar esta alternativa para as usinas”, comentou. 

A iniciativa citada por Felipe é o lançamento do programa “São Paulo na Rede Elétrica”, que pretende ampliar o fornecimento de energia para a rede elétrica produzida a partir da queima da palha, do bagaço da cana-de-açúcar e outros insumos, como cavaco de madeira. O programa foi anunciado pelo secretário de Energia, João Carlos de Souza Meirelles, durante o V Seminário sobre Bioeletricidade. 

Novidades da Vermeeer para o processamento da palha 
A enfardadora 604N conta com um novo conjunto de embreagem, capaz de desacoplar o pick-up, quando a tampa de ejeção do fardo é acionada, o que diminui o desgaste do equipamento. Outras novidades são o sistema de lubrificação automático, que permite a operação por períodos mais longos, reduzindo o número de paradas, e o monitor Link Pro para melhorar a interface do operador com o equipamento. A 604N produz fardos com diâmetros de 1,20 m a 1,80 m, largura fixa de 1,20 m e peso de até 500 kg. 

O novo triturador de fardos HG6000E Geração II, conforme explica Moraes, é um equipamento elétrico com potência de 700 CV, o que representa um aumento de 100 CV em relação ao modelo da Geração I. O lançamento conta com um painel de controle com inversor de frequência para proporcionar mais estabilidade e economia de energia, além de agregar um aumento de 25% na área de peneira, o que torna este equipamento ainda mais produtivo. Outro diferencial é o moinho de corte com superfícies substituíveis para facilitar o processo de manutenção. O equipamento também está disponível com pacote opcional de alto desgaste resistente à abrasão A/R400, viabilizando o aumento na vida útil dos revestimentos da caixa de trituração. O design da contra faca também mudou e passou a ser retangular para proporcionar mais resistência nas dobras, com menor superfície de desgaste. Essa mudança também contribui para reduções do tempo de parada e do custo, já que elimina a necessidade de trocar o conjunto inteiro de contra faca. Na Geração II, esse processo pode ser feito pela lateral do equipamento o que, somado às outras melhorias, diminui de 1,5 hora para 1 hora o tempo de parada em casos de manutenção. 

“As usinas térmicas a biomassa representam uma oportunidade de negócios e de autossuficiência enérgica, minimizando os riscos decorrentes das oscilações do mercado e da natureza”, conclui Moraes ao ponderar as oportunidades de negócios envolvendo a biomassa da cana. Com a crise hídrica, ele considera estratégico o momento para lançar novas soluções no mercado brasileiro e impulsionar o aproveitamento da biomassa da cana. 

------------------- 
Sobre a Vermeer: A Vermeer conta com 65 anos de experiência no mercado e possui uma ampla presença ao redor do mundo. Atua nos mercados nos segmentos de construção, escavação especializada, manejo de árvores, agrícola, biomassa, locação, e de soluções para paisagismo, como valetadeiras. 

A Vermeer Latin America é um de seus escritórios regionais e está localizada na cidade de Valinhos, interior do Estado de São Paulo, com a intenção de desenvolver novos produtos e soluções projetados para adaptarem-se especificamente as necessidades dos clientes na América Latina. E, pela grande importância do Brasil no panorama mundial, há cinco anos a Vermeer assumiu a distribuição de seus produtos dentro do território brasileiro, sendo responsável direto pela venda de equipamentos e peças genuínas, assistência técnica especializada e treinamentos de operação e manutenção.