(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
 SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

DuPont expande centro de pesquisa e desenvolvimento
 

• As novas instalações foram especialmente projetadas para atender demandas do mercado latino-americano de Agricultura, Biociências Industriais e Impressão Flexográfica. 
• Desde 2009, a DuPont investiu um total de US$ 22 milhões no projeto de expansão de seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Paulínia, SP. 
• Em 2014, 30% do faturamento da DuPont Brasil resultou de produtos lançados nos últimos 4 anos. Globalmente, este valor corresponde a US$ 9 bilhões das vendas totais da companhia.

Paulínia, 15 de setembro de 2015 - A DuPont Brasil anuncia mais uma etapa do projeto de expansão do seu centro de pesquisa e desenvolvimento, localizado em Paulínia, SP. Com as novas instalações, a empresa totalizará US$ 22 milhões em investimento na nova construção, que foi iniciada em 2009, com laboratórios e espaços especialmente projetados para viabilizar atividades de colaboração entre a DuPont e seus parceiros comerciais. Cabe ressaltar que o complexo de pesquisa e desenvolvimento da DuPont em Paulínia surgiu na década de 80 e, por mais de 20 anos, ficou dedicado exclusivamente a pesquisas para o setor agrícola. 

A DuPont está globalmente passando por um processo de transformação muito importante que fortalece seu posicionamento e atuação em 3 pilares estratégicos: agricultura e nutrição, biociências industriais e materiais avançados”, ressalta Judd O’Connor, presidente da DuPont para a América Latina. 

Segundo o executivo, esses três pilares estratégicos nortearão futuras inovações da empresa. No ano passado, US$ 9 bilhões das vendas globais resultaram de produtos lançados nos últimos quatro anos. No Brasil, este número corresponde a 30% do faturamento local da companhia. “Os números comprovam a força da inovação para o nosso crescimento”, afirma o Presidente Regional da DuPont. 

Sobre os 3 Pilares Estratégicos da DuPont: 

Agricultura & Nutrição: reúne as áreas de proteção de cultivos (defensivos agrícolas), sementes e nutrição e saúde, esta última responsável pela produção de ingredientes utilizados pela indústria para melhorar o sabor, a qualidade nutricional e a textura dos alimentos. 
Biociências Industriais: desenvolvimento de soluções enzimáticas para os mercados de nutrição animal, biorefinarias, limpeza e cuidados pessoais, contribuindo para a formação de uma indústria de base biológica sustentável e cada vez mais alinhada com as necessidades do mercado local. 
Materiais Avançados: a demanda por materiais mais leves e resistentes para a indústria automotiva e aeroespacial, a necessidade de componentes eletrônicos cada vez menores e eficientes e a busca por tecnologias que ofereçam cada vez mais proteção são exemplos de algumas tendências identificadas no mercado e que são cobertas neste pilar estratégico da DuPont. Aqui, também está contemplada a área de impressão flexográfica, cujas tecnologias são responsáveis por trazer mais qualidade e produtividade na impressão de rótulos e embalagens. 

Novas instalações 
Com a inauguração do laboratório de desenvolvimento de aplicações, o centro de pesquisa de Paulínia contemplará áreas dedicadas para soluções que atendam os mercados de tratamento de sementes, biociências industriais e impressão flexográfica.

Os laboratórios de biociências industriais, por exemplo, apoiarão o desenvolvimento de novas aplicações com parceiros e universidades, permitindo a troca de conhecimento e a conexão com os cientistas que atuam nos 150 centros de pesquisa e desenvolvimento da DuPont no mundo. “Com os investimentos, ampliaremos a nossa atuação na América Latina por meio de aplicações que atendam necessidades específicas de nossos clientes, proporcionando mais agilidade nos processos de análises”, comenta John Julio Jansen, vice-presidente de Biociências Industriais para a DuPont na América Latina. 

Já o laboratório de tratamento de sementes permitirá análises qualitativas dos processos de tratamento e da performance das sementes. O investimento ocorre um ano depois da DuPont anunciar o ingresso no mercado de tratamento de sementes por meio do inseticida DuPont™ Dermacor®. Com o uso do produto, a proteção é ativada ainda no processo de germinação, quando a água presente no solo inicia a solubilização do inseticida, que é absorvido pelas radículas e parcialmente translocado para a parte aérea da planta, dando uma proteção completa na fase inicial da cultura. 

A inovação é um fator decisivo para o sucesso do agronegócio brasileiro. Graças ao desenvolvimento de tecnologias mais eficazes, ajudamos o agricultor a combater as principais pragas presentes no campo, melhorando a produtividade”, destaca Mário Tenerelli, vice-presidente da divisão de Proteção de Cultivos da DuPont Brasil. 

O laboratório permitirá testes de novos ingredientes ativos, novas formulações e estudos diversos envolvendo desde a cobertura das sementes, passando pela germinação até a medição do vigor das plantas e das raízes”, explica Marcelo Okamura, líder do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Paulínia. 

Outra área beneficiada com a expansão do centro de inovação é a de impressão flexográfica. O novo laboratório disponibilizará os mais avançados equipamentos da linha DuPontTM Cyrel®, permitindo diversas combinações de tecnologia no processo de impressão.“O laboratório é o primeiro da América Latina exclusivamente dedicado a auxiliar os clientes da região em processos de melhoria, oferecendo suporte técnico, treinamentos e testes para simular diferentes tipos de aplicações”, explica Zusanne Nagy, líder da divisão de Eletrônicos & Comunicação para a DuPont América Latina. A previsão é que o laboratório de flexografia Cyrel® entre em operação a partir de novembro de 2015. 

Compromisso com a inovação e com o Brasil 
Desde 2009, a DuPont realiza investimentos frequentes em seu centro de pesquisa e desenvolvimento de Paulínia. Apesar da crise econômica de 2008/2009, a empresa manteve os investimentos em inovação e apresentou, naquele momento, os laboratórios para análise de materiais. Dois anos mais tarde, a companhia finalizou a construção de um laboratório de biotecnologia e, em 2012, inaugurou o centro de inovação Brasil, área dedicada para estimular atividades de colaboração entre a DuPont e importantes parceiros da indústria. 

Os investimentos não param por aqui. Em 2016, a DuPont vai inaugurar um novo laboratório dedicado para testar e avaliar a performance de vestimentas  de proteção quando expostas ao fogo repentino, risco presente principalmente nas indústrias de petróleo e gás, química e mineração. Com foco no mercado de equipamentos de proteção individual, a iniciativa objetiva ampliar a atuação da companhia neste setor. Com a inauguração do laboratório (prevista para o primeiro trimestre de 2016), a DuPont espera adicionar US$ 25 milhões ao faturamento da divisão de tecnologias de proteção na América Latina em cinco anos. 

A DuPont Brasil está entre as operações mais importantes da companhia em nível global. Em 2014, a subsidiária brasileira registrou US$ 2,3 bilhões em vendas no Brasil, representando 50% do faturamento total da América Latina. “A inovação está em nosso DNA! Por essa razão, sabemos que investimentos nesta área são decisivos para fomentar o crescimento sustentável da DuPont no Brasil e na América Latina”, finaliza O’Connor. 

------------------- 
Sobre a DuPont: A DuPont (NYSE: DD) traz ao mundo o melhor da ciência em forma de produtos, materiais e serviços inovadores desde 1802. A companhia acredita que, por meio da colaboração com clientes, governos, ONGs e líderes de opinião, é possível encontrar soluções para os desafios globais, provendo alimentos saudáveis e suficientes para a população mundial, reduzindo a dependência de combustíveis fósseis e protegendo a vida e o meio ambiente. Para mais informações sobre a DuPont e seu compromisso com a inovação, acesse www.dupont.com. 

Laboratório de Biociências Industriais 
Posicionado como um dos negócios mais estratégicos para a DuPont, a divisão de biociências industriais investe em laboratórios avançados para o desenvolvimento de novas aplicações que atendam as demandas dos mercados de nutrição animal, biorefinarias e de higiene & limpeza.  

A proposta com as novas instalações é proporcionar mais agilidade aos processos de análise e oferecer serviços exclusivos, que atendam demandas específicas do mercado latino-americano. O laboratório também suportará o desenvolvimento de novas aplicações com parceiros e universidades, permitindo a troca de conhecimento e a conexão com os cientistas da DuPont que atuam nos 150 centros de pesquisa e desenvolvimento da empresa no mundo. 

O laboratório de nutrição animal possui infraestrutura exclusiva para realizar análises de recuperação enzimática em amostras de rações,  comprovando a estabilidade das enzimas  DuPont ao longo do processo produtivo. Destaque ainda para as análises de matérias-primas com o objetivo de identificar a qualidade nutricional dos ingredientes, uma informação importante para os profissionais que atuam no setor, assegurando que os alimentos atendam as mais rigorosas exigências nutricionais para os diferentes estágios de vida do animal. O laboratório também permitirá a análise de substratos, indicando a quantidade necessária de enzimas para um melhor aproveitamento do alimento, além do desenvolvimento de novas aplicações para o setor. 

Já o laboratório de biotecnologia industrial vai oferecer suporte técnico para clientes  que atuam no mercado de amidos e adoçantes, além do desenvolvimento de novos produtos e aplicações. A área também vai concentrar os projetos de pesquisa para o mercado de biocombustíveis. Atualmente, a DuPont possui em seu portfólio enzimas para acelerar a produção do etanol de milho (e outras fontes amiláceas) que se aplicam a processos com ou sem etapa de liquefação. Possui ainda enzimas empregadas para liberação de açúcares (sacarificação) oriundos do bagaço e da palha de cana, que serão posteriormente fermentados para obtenção do etanol de segunda geração. Destaque ainda para os biocidas, que atuam no controle da contaminação durante o processo de fermentação. 

A estrutura projetada para o segmento de limpeza e cuidados pessoais contará com equipamentos que vão viabilizar análises comparativas, testes de novas soluções e o desenvolvimento de aplicações para os mercados têxteis, limpeza doméstica e cuidados pessoais, além do suporte analítico e de produção de enzimas para esses segmentos. O laboratório será referência para o negócio e suportará as iniciativas regionais e globais. 

------------------- 
Sobre a DuPont Biociências Industriais: Combina a ciência de base biológica e química para o desenvolvimento de soluções que atendam as demandas de uma população em crescimento, reduzindo a pressão sobre os recursos naturais do planeta. Nossas enzimas são aplicadas em uma ampla gama de indústrias para melhorar produtos e processos, tornando-os mais sustentáveis. Já os nossos materiais de base biológica são desenvolvidos a partir de fontes renováveis, melhorando a performance da tecnologia e reduzindo o uso de componentes à base de petróleo. 

Laboratório de Tratamento de Sementes 
Um ano depois de anunciar o ingresso no mercado de tratamento de sementes com o lançamento de DuPont™ Dermacor® para as culturas de milho, soja e algodão, a DuPont proteção de cultivos volta a realizar mais um importante investimento neste setor: a inauguração de um laboratório dedicado para atividades de pesquisa e de novas aplicações. 

As novas instalações vão contemplar áreas especialmente projetadas para viabilizar análises sobre as atuais aplicações em tratamento de sementes, assim como a performance da tecnologia em outras culturas considerando as particularidades do país em termos de clima, solo e umidade. 

O laboratório de tratamento de sementes foi projetado com os mais avançados equipamentos do setor, fomentando o desenvolvimento de aplicações alinhadas com as necessidades do produtor rural brasileiro. Entre as análises que podem ser realizadas no local, destaque para a avaliação da “plantabilidade” da semente após o tratamento, qualidade, quantidade dos ingredientes ativos em cada semente e teste de germinação. A área possui ainda um espaço dedicado para o armazenamento de produtos, contemplando um espaço para a preparação da calda que será utilizada no processo de tratamento e uma câmara fria. Todos os processos realizados no novo laboratório seguem as mais rigorosas normas de segurança e qualidade. 

Inovação no campo 
DuPont™ Dermacor® é o primeiro inseticida para tratamento de sementes da classe química das diamidas antranílicas, com um modo de ação inovador para esse segmento e cuja aplicação segue um rigoroso procedimento em todos os estágios de tratamento do grão. Hoje, a DuPont disponibiliza o tratamento de sementes em duas modalidades: industrial, realizado com a DuPont Pioneer e com as principais sementeiras do país, e campo (on farm), quando o próprio produtor rural realiza a aplicação do produto na sua propriedade. 

Independente do método, a solução proporciona benefícios importantes, como a mais elevada eficiência contra as principais pragas de solo e foliares iniciais (incluindo Helicoverpa), baixa toxicidade e reduzido impacto ambiental. Hoje, DuPont™ Dermacor® é o único produto do mercado de tratamento de sementes com tais propriedades. A proteção é ativada ainda no processo de germinação, quando a água presente no solo inicia a solubilização do produto, que é absorvido pela raiz e levado para as outras áreas da planta, como folhas e parte aérea, conforme ilustrado na imagem ao lado. 

------------------- 
Sobre a DuPont Proteção de Cultivos: A DuPont proteção de cultivos conhece bem as necessidades dos agricultores e os desafios da agricultura no Brasil. Uma relação de confiança construída ao longo dos mais de 70 anos no país, que só foi possível devido ao constante compromisso em oferecer defensivos agrícolas que propiciem colheitas mais produtivas, gerando mais alimentos através de lavouras sustentáveis. Os produtos da divisão trazem tecnologia e soluções inovadoras para uma colheita mais produtiva e uma mesa mais farta para a população brasileira que não para de crescer. 

Laboratório de Flexografia DuPontTM Cyrel® 
A DuPont Packaging Graphics, uma das líderes globais no desenvolvimento e fornecimento de sistemas para impressão flexográfica, apresenta as futuras instalações do laboratório de flexografia DuPontTM Cyrel®, o primeiro da América Latina exclusivamente dedicado para auxiliar os clientes em processos de melhoria, alcançando a excelência em impressão. 

No laboratório, a DuPont disponibilizará os mais avançados equipamentos da linha DuPontTM Cyrel®, permitindo diversas combinações de tecnologia no processo de impressão, seja na revelação térmica, com Cyrel® FAST 4260, ou na revelação solvente, com a Processadora 2000PS. 

Além do suporte técnico, o laboratório de flexografia Cyrel® também será utilizado para a realização de treinamentos e testes para simular diferentes tipos de aplicações. 

Neste novo espaço também será possível explorar todos os benefícios da nova plataforma de tecnologia Cyrel® EASY, chapa cujo ponto plano já vem de fábrica, simplificando completamente o processo de gravação da matriz de impressão flexográfica, resultando em maior qualidade, produtividade e consistência. 

Todos os fluxos disponíveis neste ambiente seguem a linha digital de alta resolução, com o equipamento Cyrel® Digital Imager 4835. Outro equipamento que estará à disposição dos clientes será o Digiflow 2000 ECLF, o primeiro do Brasil. A previsão é que o espaço entre em operação a partir de novembro de 2015. 

------------------- 
Sobre a DuPont Packaging Graphics: Uma das líderes mundiais no fornecimento de sistemas de impressão flexográfica nos formatos digital e analógico, incluindo a marca de chapas de fotopolímero Cyrel®, equipamentos de processamento Cyrel® FAST e produtos de montagem e acabamento. Visite o site www.cyrel.com.br para obter mais informações sobre as soluções da DuPont para o mercado de flexografia.