(***)  TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO
 SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Siemens ganha prêmio de sustentabilidade ambiental


Prêmio Guia Exame de Sustentabilidade elege as empresas mais engajadas com o desenvolvimento sustentável 

A Siemens foi eleita a empresa mais sustentável na categoria setorial Eletro Eletrônico pela edição 2015 do Guia Exame de Sustentabilidade, que chega às bancas nesta semana. Maior empresa de tecnologia integrada do País, a Siemens fez das metas sobre mudanças climáticas um dos pilares da sua governança ambiental. 

A Siemens visa ser a primeira companhia industrial do mundo a neutralizar sua pegada de carbono em suas próprias operações até 2030. A empresa planeja cortar as emissões de dióxido de carbono (CO²) pela metade até 2020. Para alcançar esses objetivos, irá investir €100 milhões ao longo dos próximos três anos, a fim de reduzir o consumo de energia de suas instalações de produção e construção. 

Hoje, 46% do faturamento mundial da Siemens vem do portfólio de soluções ambientais”, explica Henrique Paiva, diretor de relações governamentais e sustentabilidade da empresa. “Com isso, as nossas soluções permitiram aos clientes reduzirem suas emissões em 428 milhões de toneladas; uma quantidade correspondente à metade do total de emissões de dióxido de carbono da Alemanha”, explica. 

Investindo em tecnologias inovadoras – como sistemas de gerenciamento de energia e de automação para construções e processos de produção, assim como sistemas de acionamento de eficiência energética para a produção – a Siemens espera reduzir seus custos de energia em até €20 milhões ao ano. “Cortar a nossa emissão de carbono é bom não apenas para a sociedade, mas também para os negócios”, disse Joe Kaeser, presidente e CEO da Siemens AG. 

Sobre o prêmio 
Sustentabilidade é um conceito sistêmico. Para a premiação, o raciocínio é que as práticas adotadas devem ir além do cumprimento legal que abrangem os compromissos das empresas nos aspectos econômicos, sociais e ambientais. Por isso, o questionário do Guia também avalia a estratégia e práticas em todas as áreas das empresas e sua governança corporativa e o comprometimento com a transparência de seus negócios, ética e combate a corrupção, a responsabilidade ambiental, com nossos clientes, fornecedores, colaboradores, as comunidades, entre outros. 

As empresas são destacadas como referência em sustentabilidade nos seus respectivos setores e podem ser destaque em dez temas. A metodologia da pesquisa e a análise dos dados são realizadas pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVces), instituição de referência no desenvolvimento de estratégias, políticas e ferramentas de gestão públicas e empresariais em sustentabilidade no país. 

“Premiações como essa reconhecem nosso esforço constante e o compromisso duradouro com as metas sustentabilidade e responsabilidade corporativa que assumimos, e com a busca de maior qualidade de serviços e produtos para o nosso cliente”, diz Paulo Stark, Presidente e CEO da Siemens no Brasil. “É com muito orgulho que recebemos essa premiação, que sinaliza que estamos percorrendo o caminho correto e liderando uma tendência ainda incipiente para as empresas”, diz. 

------------------- 
Sobre o Grupo Siemens no Brasil: A Siemens está presente no Brasil há mais de cem anos e é atualmente o maior conglomerado de engenharia elétrica e eletrônica do país, com suas atividades agrupadas pelas divisões: Power and Gas; Wind Power and Renewables; Power Generation Services; Energy Management; Digital Factory; Mobility; Building Technologies; Healthcare; Process Industrial and Drives.  A empresa é líder no fornecimento de equipamentos médicos para diagnóstico por imagem, como tomógrafos computadorizados e ressonância magnética, bem como diagnóstico laboratorial. As primeiras atividades da empresa no Brasil datam de 1867, com a instalação da linha telegráfica pioneira entre o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Em 1895, no Rio de Janeiro, era aberto o primeiro escritório e, dez anos mais tarde, ocorria a fundação da empresa no país. Ao longo do século passado a Siemens contribuiu ativamente para a construção e modernização da infraestrutura do Brasil. Hoje, os equipamentos e sistemas da Siemens são responsáveis por 50% da energia elétrica gerada no País, 30% dos diagnósticos digitais por imagem realizados no Brasil e estão presentes em 2/3 de todas as plataformas offshore brasileiras projetadas nos últimos 8 anos. No Brasil, o Grupo Siemens conta com 12 fábricas e 7 centros de pesquisa e desenvolvimento espalhados por todo o País.