(***) TEXTO PRODUZIDO PELO FORNECEDOR DO SISTEMA SUCROENERGÉTICO SEM A INGERÊNCIA DO JORNALISMO DA REVISTA OPINIÕES

Brookfield implanta o Inflor Forest para gerenciar ativos florestais 

O Sistema de gestão garante performance e aumenta a eficiência no controle operacional

A divisão de negócios florestais da Brookfield aposta na otimização de processos para melhorar seus resultados e adota a solução Inflor Forest para administrar 290 mil hectares de plantios florestais no Brasil. O sistema implantado disponibiliza informações com alto grau de confiabilidade e de forma integrada, em uma plataforma única que padroniza a estrutura de trabalho das seis empresas administradas pelo grupo que atuam no ramo florestal.

As atividades florestais da empresa no país, que passaram a utilizar o INFLOR Forest, foram iniciadas há 40 anos e contam com plantios de pinus e eucalipto distribuídos em sete estados: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e São Paulo.

Os ativos florestais sob gestão atendem à demanda dos segmentos de celulose, gases industriais, construção civil, siderurgia, indústria moveleira. O desafio era integrar, numa base de dados única, todos os processos que fazem parte dessas operações, facilitando a gestão e agilizando o fechamento do resultado mensal.

A divisão de negócios florestais da Brookfield, então, decidiu investir em um sistema mais robusto, que agregasse todas as áreas da empresa e fosse capaz de se integrar ao ERP corporativo, garantindo a integridade e harmonia das informações. A opção pelo INFLOR Forest levou para a empresa as melhores práticas de gestão, haja vista que a Iinflor é líder no segmento de sistemas de gestão florestal, tendo entre seus clientes as principais companhias do setor.

Após a implantação do novo sistema, a divisão de negócios florestais da Brookfield passou a ter mais controle, agilidade e melhoria no atendimento. Anderson Oliveira e Kleber Schreiber, respectivamente, gerente de TI e gerente de Planejamento da empresa, destacam que o objetivo do projeto foi melhorar a gestão das informações, "Passamos a ter informações com mais qualidade e uniformidade, eliminando eventuais divergências de dados", explicam.

A expectativa, segundo eles, é que essas informações mais exatas e uniformes reduzam à metade o prazo de fechamento do resultado mensal da empresa. Anderson e Kleber enfatizam que a equipe está consciente de que o INFLOR Forest vai proporcionar melhoria contínua à gestão da empresa, que passa a lidar de maneira mais eficiente com um grande volume de dados, eliminando processos manuais.

Um projeto desafiador:
A implantação do INFLOR Forest na divisão de negócios da Brookfield envolveu muitos desafios, a começar pelo tempo de execução: nove meses, para um sistema composto de seis diferentes módulos: Gestão Fundiária, Cadastro Florestal, Silvicultura, Inventário Florestal, Colheita e Carbonização (produção de carvão vegetal). "A implantação ocorreu de forma integrada ao Sistema ERP, ativando o sincronismo de diversas interfaces", observa Wilian Rigo, gerente de projetos da Iinflor.

O projeto envolveu uma equipe de aproximadamente 30 pessoas entre profissionais da Iinflor e da Brookfield. A divisão de negócios florestais da Brookfield substituiu sistemas legados – e complexos –, otimizou e automatizou processos", destacou Rigo, acrescentando que a implantação simultânea de vários módulos exigiu muito empenho da equipe.

Ele explica que havia grande defasagem entre a execução das atividades em campo e a disponibilização das informações à empresa, que eram repassadas em relatórios semanais. Hoje, a divisão de negócios florestais da Brookfield consegue validar informações em tempo real, com acesso inclusive a partir de dispositivos móveis, eliminando riscos decorrentes de eventuais erros no lançamento manual de dados. "O INFLOR Forest ainda tem muito a contribuir na cadeia de produção da empresa", conclui Rigo.